PF prende piloto e passageiro de avião com droga interceptado pela FAB
bem informado

Dentro do avião foram encontrados 237,7 kg de cocaína vinda da Bolívia.
PF deflagrou nesta 5ª operação contra o tráfico internacional de drogas.

Avião que saiu da Bolívia com 300 kg de droga foi interceptado em Mato Grosso [2] (Foto: Ciopaer/Divulgação)

 

O piloto e o passageiro de um avião com 237,7 kg de cocaína que foi interceptado pela Força Aérea Brasileira no início do mês em Santo Antônio do Leverger, a 35 km de Cuiabá, foram presos nesta quinta-feira (16) durante a operação Sobrecarga, da Polícia Federal. As prisões deles e de outras quatro pessoas que também teriam envolvimento com a aeronave e a droga foram decretadas pela 5ª Vara da Justiça Federal em Mato Grosso.

O piloto, que tinha contra si mandados de prisão temporária e de busca e apreensão, foi preso em Goiânia (GO). O passageiro da aeronave, que estava com a prisão preventiva decretada, foi preso em Cuiabá. A Justiça também determinou busca e apreensão contra ele.

No total, a Justiça decretou três prisões preventivas, três prisões temporárias, e determinou nove mandados de busca e apreensão e cinco de condução coercitiva. As ordens judiciais foram cumpridas em Mato Grosso (Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Santo Antônio do Leverger e Alta Floresta), Goiás (Goiânia e Indiara) e São Paulo (Penápolis).

A operação visa a desarticular uma quadrilha suspeita de tráfico internacional de droga nesses três estados.

Conforme as investigações, o grupo criminoso vinha fazendo o transporte de pasta base de cocaína vinda da Bolívia com aeronaves de pequeno porte. Os aviões pousavam em pistas clandestinas no Brasil e a droga era distribuída para os principais centros do país, mas tendo como destino final o mercado internacional.

Os presos serão indiciados pelo crime de tráfico internacional de drogas, associação ao tráfico e lavagem de capitais.

Avião interceptado
A aeronave de pequeno porte interceptada em Santo Antônio do Leverger fazia um voo clandestino quando recebeu determinação via rádio para que pousasse obrigatoriamente no aeroporto do município, a fim de que a Polícia Federal fizesse a inspeção e verificação da documentação.

O piloto desobedeceu a ordem e pousou em uma estrada de terra na zona rural do município. Ele e o passageiro conseguiram fugir antes da chegada dos agentes da polícia. Dentro do avião a PF encontrou bolsas de viagem contendo pacotes de cocaína.

 

Fonte: G1