Morre bebê que tinha sobrevivido a acidente que vitimou pais e irmão

Morre bebê que tinha sobrevivido a acidente que vitimou pais e irmão
bem informado

A bebê de dois meses, que havia sobrevivido ao acidente de carro ocorrido no último dia 24 que matou os pais e o irmão gêmeo dela, faleceu na madrugada deste domingo (30) em um hospital particular de Cuiabá. Maria Letícia Gressele Lopes foi enterrada no final da manhã deste domingo no Cemitério Recanto da Paz, no Bairro Jardim do Estado em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

Depois do acidente, que ocorreu na BR-364, a bebê foi internada em coma induzido no Pronto-Socorro de Várzea Grande. Respirando com ajuda de aparelhos e fazendo uso de remédio controlado, ela foi transferida no meio dessa semana para o Hospital Jardim Cuiabá, na capital, onde não resistiu aos ferimentos.

A unidade hospitalar informou  que Maria Letícia morreu por causa de uma bradicardia, que é uma diminuição dos batimentos cardíacos. O hospital disse ainda que, quando foi internada, a menina estava em estado grave e com traumatismo craniano.

A bebê tinha sido a última sobrevivente do acidente que matou seu pai, Marciolinio Soares Neto, era servidor da Polícia Civil, sua mãe, Elaine Arantes Gressele, que era servidora do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) e seu irmão gêmeo.

Acidente
O casal e as duas crianças passaram o final de semana em Denise, município a 208 km de Cuiabá, e morreram quando retornavam para Várzea Grande, cidade onde moravam. O carro em que estavam bateu de frente com uma caminhão no trecho km 464, na rodovia BR-364, em Várzea Grande. Depois da batida, o caminhão tombou na pista e pegou fogo.

O veículo da família, um Corolla, acabou se partindo ao meio e ficou completamente destruído. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), Elaine morreu na hora, enquanto Marciolinio e um dos gêmeos faleceram quando estavam internados no Pronto-Socorro de Várzea Grande.

O motorista do caminhão não sofreu ferimentos.